8 de fev de 2013

Use o carnaval para ganhar confiança.


Dissolva-se na multidão e ouse mais, quebrando barreiras pessoais

Você pensou no Carnaval como uma época de superação pessoal? Não, não estamos falando do número de copos de bebida que você consegue tomar ou das horas em que permanece acordado. "A idéia é pensar na festa como um estímulo para adquirir mais autoconfiança", afirma o psicoterapeuta Chris Allmeida.

O clima de descontração pode, por exemplo, servir de pretexto para uma paquera. Se a pessoa é tímida e aproveita a ocasião festiva para ganhar coragem, sem a necessidade de álcool, há um grande avanço, rompendo uma barreira que foi criada pela própria mente do indivíduo , afirma o especialista.

Nesta fase, o medo de errar acaba sendo camuflado pela multidão. Com isso, as chances de um tímido se soltar são maiores, porque ele tem certeza de que passará despercebido pelos outros.

Toda ousadia deve respeitar os seus limites (até porque decisões forçadas têm efeito contrário, reprimindo você ainda mais nas ocasiões convencionais). Nossa emoção fica mais vulnerável quando nos expomos. Podemos comemorar na noite do carnaval sem precisar ter um dia seguinte amargo: a regra básica é ir com calma, no seu próprio tempo. Estamos falando de seu corpo, de suas emoções, de sua vida. É perfeitamente possível superar os próprios limites, mas isto não precisa ser feito a custa de arrependimento, lembra o especialista.

Por isso, não deixe a cautela de lado. Preservar as suas convicções e não sucumbir aos exageros é essencial para evitar a ressaca moral e os arrependimentos no dia seguinte. "O bom das festas são as surpresas, por isso não compensa ficar planejando demais o que você vai fazer. Mas o senso de realidade precisa ser mantido, recusando atitudes que possam prejudicar a sua saúde e aventuras com pessoas desconhecidas", diz Chris Allmeida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HORA MUNDIAL (Clique sobre o país ou região)

SEGUIDORES