4 de abr de 2008

EXCREMENTO HUMANO fossilizado data primeiros norte-americanos


Fóssil de excremento humano dá pistas dos primeiros norte-americanos
Da AFPEm Los Angeles
A descoberta e o estudo de um fóssil de excremento humano revelou que a América do Norte recebeu seus primeiros imigrantes há mais de 14.300 anos, cerca de 1.000 anos antes do que se pensava até agora, informou uma revista científica nesta quinta-feira.Além disso, os cientistas estabeleceram que os primeiros a chegar na América nessa época foram pessoas provenientes da Ásia, confirmando as teorias sobre a origem asiática dos índios americanos.Pesquisadores da Universidade de Oregon (noroeste dos EUA) e de Copenhage chegaram a essa conclusão após estudar o DNA encontrado em um fóssil de excremento humano descoberto em fossas no deserto de Oregon, acrescentou o relatório.Após analisar os coprólitos (excremento fóssil) encontrados em uma fossa no Oregon e os posteriores exames de DNA, a equipe de especialistas avaliou que "os excrementos mais antigos são de cerca de 14.340 anos".Existem evidências, acrescentou a investigação, de "dois tipos genéticos de origem asiática, que são únicos nos índios da América do Norte"."Essa não é apenas a prova de que os índios americanos são descendentes dos primeiros imigrantes do continente, mas mostra também que a imigração começou pelo menos 1.000 anos antes do que se pensava até agora", comentou o professor Eske Willerslev, um dos autores do estudo."O continente americano foi o último a ser povoado por seres humanos. Existem muitas teorias contraditórias sobre a Era em que se produziu e sobre a origem dos primeiros imigrantes que chegaram a essas terras", acrescentou Willerslev.Até agora, a teoria mais conhecida sustentava que os habitantes da Sibéria atravessaram a pé no final da Era do Gelo pelo Estreito de Bering, então congelado.Seus descendentes chegaram ao sul, aproveitando a passagem de gelo que há 14.000 anos cobria o norte do continente. De fato, em 1930, foram descobertas ferramentas rudimentares na região de Clovis (Novo México, sudoeste). Fóssil de excremento humano dá pistas dos primeiros norte-americanos
da Universidade de Oregon (noroeste dos EUA) e de Copenhage chegaram a essa conclusão após estudar o DNA encontrado em um fóssil de excremento humano descoberto em fossas no deserto de Oregon, acrescentou o relatório.Após analisar os coprólitos (excremento fóssil) encontrados em uma fossa no Oregon e os posteriores exames de DNA, a equipe de especialistas avaliou que "os excrementos mais antigos são de cerca de 14.340 anos".Existem evidências, acrescentou a investigação, de "dois tipos genéticos de origem asiática, que são únicos nos índios da América do Norte"."Essa não é apenas a prova de que os índios americanos são descendentes dos primeiros imigrantes do continente, mas mostra também que a imigração começou pelo menos 1.000 anos antes do que se pensava até agora", comentou o professor Eske Willerslev, um dos autores do estudo."O continente americano foi o último a ser povoado por seres humanos. Existem muitas teorias contraditórias sobre a Era em que se produziu e sobre a origem dos primeiros imigrantes que chegaram a essas terras", acrescentou Willerslev.Até agora, a teoria mais conhecida sustentava que os habitantes da Sibéria atravessaram a pé no final da Era do Gelo pelo Estreito de Bering, então congelado.Seus descendentes chegaram ao sul, aproveitando a passagem de gelo que há 14.000 anos cobria o norte do continente. De fato, em 1930, foram descobertas ferramentas rudimentares na região de Clovis (Novo México, sudoeste).
Fóssil de excremento humano dá pistas dos primeiros norte-americanos
Postado por HRubiales

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HORA MUNDIAL (Clique sobre o país ou região)